Veja nossas notícias e saiba de todas as novidades.
Olá, visitante. Acesse sua conta ou cadastre-se.

Baudelaire

Em Estoque
 
R$39,00 R$36,30
Modelo: Impresso
Edição: 0
Ano de publicação: 2001
Número de páginas: 0
ISBN: 9788575596982
Editora: BOITEMPO
Sinopse Autor Comentários (0)
Baudelaire, de Théophile Gautier, foi publicado originalmente como prefácio à primeira edição das Obras completas de Charles Baudelaire, da editora parisiense Calmann-Levy, em 1868. Além deste belo texto, até então inédito no Brasil, a edição da Boitempo reúne os artigos e cartas que aparecem como apêndice na publicação da editora francesa. Entre os textos, estão cartas de Sainte-Beuve, do marquês de Custine e de Émile Deschamps que fazem referência ao processo sofrido por Baudelaire após a publicação de Flores do Mal, dando ao leitor um panorama da recepção de seus contemporâneos à obra. Esses artigos foram escritos por iniciativa dos respectivos autores; ao incluí-los na edição, Baudelaire buscava aval para o seu livro. Foi acrescentada também a carta que Victor Hugo escreveu em 1859, por solicitação de Baudelaire, para servir de prefácio ao seu texto sobre Théophile Gautier. Em seu texto, Gautier analisa também o Baudelaire crítico de arte e tradutor de Edgar Allan Poe. Mais do que uma crítica, trata-se de um depoimento pessoal, em tom apaixonado, devido à morte de Baudelaire e os ataques a Flores do Mal. O autor seleciona os poemas que considera mais notável, detendo-se profundamente em quatro: “Don Juan aux enfers”, “La vie antériure”, “Les Petites vieilles” e “Revê parisien”. A edição revela um testemunho de rara beleza, que representa as características de uma época marcante da literatura francesa. Um texto que combina a fina observação psicológica e o rigor do crítico com qualidade poética. Sobre o autor Théophile Gautier (1811-1872) deixou uma vasta produção jornalística e literária em prosa e em verso. Iniciou-se na literatura pelo romantismo, mas ficou consagrado como poeta parnasiano. Na prosa, seu trabalho mais conhecido é Le Capitaine Fracasse (1863), uma trama cheia de aventuras que ganhou diversas versões cinematográficas. Ainda na prosa, publicou os livros Mademoiselle de Maupin (1835) e La Morte amoureuse (1836). Como poeta, sua produção mais importante foi Émaux et camées (1852), e como crítico publicou, entre outros, Histoire de l’art dramatique depuis vingt-cinq ans (1858-59).
Livros
Autor THEOPHILE GAUTIER

Fazer um comentário

Seu Nome:


Seu Comentário: Obs: Não há suporte para o uso de tags HTML.

Avaliação: Ruim            Bom

Digite o código da imagem:



Tags:

Logotipos de meios de pagamento do PagSeguro
Desenvolvimento
Criação de sites RJ: Murillo Camargo & Doble
MauadX © 2012 - Todos os direitos reservados
Avaliação de Lojas e-bit