Veja nossas notícias e saiba de todas as novidades.
Olá, visitante. Acesse sua conta ou cadastre-se.
DOIS ESTUDOS PARA A MAO ESQUERDA

DOIS ESTUDOS PARA A MAO ESQUERDA

Em Estoque
 
R$28,00 R$26,60
Modelo: Impresso
Edição: 2
Ano de publicação: 0
Número de páginas: 112
ISBN: 9788571064720
Editora: EDITORA REVAN
Sinopse Autor Comentários (0)
Nota do Autor Pouco tenho a acrescentar à nota que fiz para a 1ª edição, em 2000, a não ser que os 12 anos passados desde então, feliz ou infelizmente, tornaram o livro mais atual. Nesse momento em que as forças reacionárias e internas e externas ameaçam de novo golpear as conquistas democráticas e nacionais do povo brasileiro, torna-se mais necessária a visita ao exemplo e às lições deixados pela luta heróica da Cabanagem, assim como à tentativa de reflexão polêmica que aqui se faz sobre a conveniência do uso da tática de guerrilha. A Cabanagem foi a maior insurreição armada da história brasileira. Com centro em Belém, transcorreu durante as décadas de 1820-30 no antigo Pará, que abarcava então quase toda a atual Amazônia. Sua presença na história oficial do país é contudo apagada. Muito desse descaso vem de que aquele foi um movimento revolucionário do povo trabalhador. Negros e Ííndios, mas também brancos pobres e pequenos fazendeiros e comerciantes foram a sua principal força propulsora. Assumiram sua direção, chegaram a governar durante meses. Depois, foram derrotados e massacrados, mas já haviam assegurado a permanência da região como território brasileiro, após a Independência. O primeiro ensaio deste livro oferece um perfil daquele grande movimento popular. Mostra a dinâmica que o levou ao auge, quando se transformou num episódio épico e de proporções enormes para a época. Mostra as circunstâncias que o levaram à derrota, muitas delas relacionadas com o próprio caráter de classe avançado que ele assumira. E mostra as chacinas promovidas pelas forças mandadas pela Corte do Rio de Janeiro, de proporções ainda mais fantásticas na época, que ficaram marcadas como um dos grandes crimes do poder governante no paí­s, desde séculos. O segundo ensaio, "Guerrilha ou luta de massas", enfoca outro momento de conflito ocorrido no paí­s, 140 anos após: a luta contra a ditadura militar, no perí­odo 1960-70. Publicado em 1967, discute a opção de luta armada que empolgava então numerosos contingentes de estudantes e intelectuais democratas. Reflete sobre os usos e empregos da guerrilha através da história, aponta a inoportunidade de sua adoção no Brasil, naquelas circunstâncias e considera o papel negativo que essa adoção exerceria sobre o movimento democrático de massas contra a ditadura. O autor publica os dois ensaios neste livro por achar que podem ser úteis para os jovens de hoje, aos quais incumbe questionar e achar os caminhos para a solução dos desafios que se põem hoje diante do país e do mundo. Reúne ambos os trabalhos sob o tí­tulo Dois estudos para a mão esquerda a fim de marcar sua origem marxista, da qual não abre mão, embora reconhecendo que muita coisa mudou nesses 30 anos, exigindo correção de conceito e de mira. Mas, segundo ele, o cerne permanece, tanto dos instrumentos de análise, quanto das questões a analisar.
Livros
Autor RENATO GUIMARAES

Fazer um comentário

Seu Nome:


Seu Comentário: Obs: Não há suporte para o uso de tags HTML.

Avaliação: Ruim            Bom

Digite o código da imagem:



Logotipos de meios de pagamento do PagSeguro
Desenvolvimento
Criação de sites RJ: Murillo Camargo & Doble
MauadX © 2012 - Todos os direitos reservados
Avaliação de Lojas e-bit